InBrasCI - Verbete Wikipédia

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

A MISSA DOS SÍGNOS...

Recebido via  mensagem eletrônica remetida por amiga do InBrasCI - Dilene Maia

http://www.4shared.com/document/6ap_wDOj/AMISSAODOSSIGNOS.html

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

A CULTURA ESTÁ DE LUTO

Acabamos de receber a notícia que nos deixa a todos de luto: FALECEU EDMO LUTTERBACH.
O InBrasCI se entristece e envia a parentes, amigos, confrades de Edmo e a Entidades culturais às quais ele pertencia, nossos sinceros sentimentos. Sem dúvida, foi uma grande perda para a nossa Cultura; Edmo Lutterbach além de um homem de grande conhecimento, foi, acima de tudo, uma pessoa muito humana.

Notícia recebida:
 Ilustres colegas

Só podemos lamentar o falecimento de Edmo Lutterbach, nosso confrade na Academia Carioca de Letras. Edmo sempre foi um escritor e um acadêmico exemplar.

Edmo foi, possivelmente, o maior conhecedor de Euclides da Cunha e sua obra. Um dedicado cultor do idioma de Camões.

O estado do Rio de Janeiro perde um dos mais notáveis filho da terra.

Abraços

Edir Meirelles


Veja nota de falecimento abaixo:


Prezados, boa noite.

É com pesar que comunicamos o falecimento do nosso amigo Edmo Lutterbach, presidente da Academia Fluminense de Letras e euclidiano emérito.

O velório acontece hoje à noite, até amanhã, às 9h da manhã, na Biblioteca Estadual de Niterói, sede também da Academia Fluminense de Letras, na Avenida Amaral Peixoto, centro. Depois, o corpo segue para sepultamento em Macuco-RJ.

Estamos tristes, estamos saudosos. Mas compreendemos completa e cheia de êxitos a missão do nosso querido Edmo, que soube como ninguém consorciar a justiça, as letras e as artes, deixando-nos um legado sem par. Nossos sentimentos à família.

Abraços,

Anabelle Loivos.

(Projeto 100 Anos Sem Euclides.)

terça-feira, 27 de setembro de 2011

PÁGINA LITERÁRIA


ENCANTAMENTO

(Lybio Magalhães)



- Uma criação poética que busca manter viva e à tona, a pureza da criança interior do ser, a vivência de infância e une o passado, o presente e o futuro na atemporalidade da eternidade.


Acomodação não leva a nada!
Para que ensaiar golpes de espada
em meio à imprecisão da pontaria?
Agilidade minimiza impasse.
Se para grandes lutas a gente nasce,
o menino Davi venceu Golias.

O pião entrou na roda, oh pião!
O pião entrou na roda, oh pião!
Roda pião, bambeia pião...
Roda pião, bambeia pião...

                                       Sapateia no tijolo, oh pião!
                                       Sapateia no tijolo, oh pião!
                                         Roda pião, bambeia pião...
                                         Roda pião, bambeia pião...

Quem não jogou pião, bola de gude?
Na criança feliz, mansuetude                                         
é a pipa colorindo a estratosfera;                      
sonhar, voar, romper a                                              
No exercício sublime da vontade,
a vida é qual manhãs de primavera.
                                  
                         Mostra aqui sua figura, oh pião!
                         Mostra aqui sua figura, oh pião!
                              Roda pião, bambeia pião...
                              Roda pião, bambeia pião...

Faça uma cortesia, ó pião!
Faça uma cortesia, ó pião!
            Roda pião, bambeia pião...
           Roda pião, bambeia pião...

Danças de roda, jogos de peteca...
Nos oníricos sonhos, a boneca
de pano, quem diria, vira Emília!
Arroubos de ternura, encantamento,
se amiúde nivela o sentimento,
fortalece os laços de família.

                 Atira tua fieira, oh pião!
                 Atira tua fieira, oh pião!
                     Roda pião, bambeia pião...
                     Roda pião, bambeia pião...

          Entrega o chapéu a outro, oh pião!
          Entrega o chapéu a outro, oh pião!
   Roda pião, bambeia pião...
   Roda pião, bambeia pião...

Da minha infância só restou saudade...
No entreposto da terceira idade,
por que realimentar desesperança?
Internet, erotização precoce...
Meus netos, se são meu algodão doce,
sonhar é não deixar de ser criança!

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

PROGRAMAÇÃO SETEMBRO WOMEN'S CLUB OF RIO DE JANEIRO

SETEMBRO, WOMEN'S CLUB OF RIO

Terça-feira, 27 – 14h30

Departamento de Cultura Geral
Palestra: Análise de “A Primavera”, de Boticelli
e de “A Mona Lisa”, de Leonardo Da Vinci


Palestrante: Mª Lucia Mattos Violla


Sorteio de brindes


IBEU Av. Copacabana, 690/2º


Diretora: Yvonne M. Pinheiro
Tel: 2255-4890


Quinta-feira, 29 – 14h30
Departamento de Bridge
Jogos de cartas


Sede do WCRJ
Diretora: Ivone Tavares

TARDES DANÇANTES DE 2011
15 ÀS 18h
SET 24 / OUT 22 / NOV 19 / DEZ 17

TROVAS DE DJALDA WINTER SANTOS

Eu a vi, cheia de graça,
me olhando pela janela...
Ai! Que raiva da vidraça
que me separava dela...

Fechei o mapa celeste
por astrônomos criado
porque, no olhar que me deste,
vi o infinito estrelado...

NOTÍCIA DA CHANCELARIA


2011/9/14 Cultura cultura@jf-corroios.pt



Bons Dias


Junto se envia convite para a inauguração do 14º Concurso de Fotografia Corroios’2011 e entrega de prémios.


Com os melhores cumprimentos


José António Santos




Concurso de Fotografia


Entrega de prémios e inauguração da exposição - 17.Set.11 - 17h00


Galeria Municipal de Corroios






. Exposição do Concurso de Fotografia


De 17.Set.11 a 29.Out.11


Galeria Municipal de Corroios (3ª a Sáb. - 15h00 e as 19h00)




José António Alves Santos


Secretário e Vogal da Cultura, Educação e Juventude


Junta de Freguesia de Corroios


Tm. 910 776 893


cultura@jf-corroios.pt


secretario@jf-corroios.pt

COMUNICA A CHANCELARIA...

O BRASIL NA EUROPA...BRUXELAS... 


O Brasil é o país homenageado no Europalia, maior festival de artes da Europa

O Brasil será o país homenageado no maior festival de artes da Europa – o 23º Europalia – que dura três meses e meio e reúne de espetáculos de dança, teatro, circo a exposições e debates sobre literatura. Artistas e intelectuais estarão em cinco países europeus para difundir a cultura brasileira.

A presidenta Dilma Rousseff e os ministros da Cultura, Ana de Hollanda, e das Relações Exteriores, Antonio Patriota, abrirão o festival, em Bruxelas, na Bélgica. Por mais de cem dias, a cultura brasileira estará na Bélgica, em Luxemburgo, na França, na Alemanha e na Holanda. No total, serão 130 shows, 60 apresentações de dança e 40 de teatro, 20 exposições de artes visuais e 80 conferências literárias.

Só os ministérios da Cultura e das Relações Exteriores investiram R$ 30 milhões no evento que contou também com o apoio financeiro de várias empresas públicas e privadas. O diretor de Relações Internacionais do Ministério da Cultura, Marcelo Dantas, disse à Agência Brasil que o retorno dos investimentos são incalculáveis.

“Temos muito orgulho de tudo isso. A partir da homenagem ao Brasil no Europalia, nós estaremos abrindo caminho para que o mundo possa observar tudo o que acontece aqui e estimular investimentos no país”, disse Dantas.

O diretor lembrou que a arte é um dos mecanismos mais eficientes para aproximar as pessoas de realidades diferentes da sua. “É importante que os estrangeiros vejam que o Brasil está conseguindo reduzir a fome com a ajuda dos programas de transferência de renda, que há mais justiça social no país e que a economia é estável”, disse Dantas.

O Europalia ocorre a cada dois anos e virou tradição na Europa desde os anos de 1960. Até a década de 1990, apenas países europeus eram homenageados, mas depois a coordenação do festival mudou. O México, o Japão, a Rússia e a China também já foram destaques no evento. Depois do Brasil, a Índia será o próximo país homenageado, em 2013.

Eliakim de Araújo - Direto da Redação

CONCURSOS DE CONTO E POESIA FALADA

A Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes, Estado do Rio de Janeiro,

através da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima,

promove os seguintes concursos:



XXI CONCURSO NACIONAL DE CONTOS JOSÉ CÂNDIDO DE CARVALHO



XIII FESTCAMPOS DE POESIA FALADA



I FESTCAMPOS ESTUDANTIL DE POESIA FALADA

Período de inscrição: de 16/setembro a 07/outubro/2011

Regulamentos e informações:


telefone 22- 27.34.46.00, ramal 214.

RODA DE POESIA NO ACRE



Federação das Academias de Letras e Artes do Estado do Acre

Academia de Jornalistas e de Letras do Estado do Acre

Academia dos Poetas Acreanos

Academia de Letras e Artes de Paranapuã - RJ

Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais



Têm o prazer de comunicar à Vossa Excelência e digníssima família, que no próximo dia 30, última sexta-feira do mês, às 19 horas, acontecerá a nossa tradicional RODA DE POESIA, na sala de cinema do Sesc, ao lado da Catedral, ocasião em que estaremos homenageando o eminente poeta e membro de confraria, Alessando Borges.


A nossa RODA DE POESIA é ornamentada de Begônia-de-folha-estreita, de Carmesim, de rosas cheirosas e flor do jasmim.


A poesia é totalmente diferente das águas dos Rios Negro e Solimões: Ela pode até se espalhar, mas dura muito pouco porque logo, logo, ela se mistura e se junta num piscar de olhos.


A entrada é franca, não tem fila e é proibido proibir. Os microfones estarão sempre abertos para quem quiser contar piada, um causo, poetar, tocar qualquer instrumento ou cantar.


Aos presentes será servido um Coffee Break, proporcionado pelo apoio cultural do Sesc-Acre, Café Contry, Miragina e Refrigerantes Quinari.


Saudações poéticas,


Mauro

‘A Palavra do Século 21’ – ALPAS-M21


CONVITE


Associação Artística, Literária e Multiprofissional



‘A Palavra do Século 21’ – ALPAS-M21

Rua Benjamin Constant, 71 – Cruz Alta – RS -98025 110


XVI CONCURSO LITERÁRIO INTERNACIONAL

DE POESIAS, CONTOS E CRÔNICAS – 2011



Autor homenageado: DARCY PINHEIRO

Tema Livre – Textos inéditos


Este Concurso recebe textos de autores de diversos países em
Português, espanhol e italiano


Prazo Prorrogado: 30.09.2011 pelo correio ou pelos e-mails: gaya.rasia@hotmail.com ou bandi-m@hotmail.com


Contribuição:

Estudante ( ) R$ 5,00 por poesia

Máster ( ) R$ 10,00 por texto


Pagamento: Cheque nominal para Rozelia Scheifler Rasia ou depósito

CC 35024296-00 begin_of_the_skype_highlighting 35024296-00 end_of_the_skype_highlighting - Ag - 0190 -Banco do Estado do RS

Remessa do exterior: MoneyGran ou Western Union.


Os autores e estudantes que não puderem pagar, ficam isentos.

Premiação em outubro de 2011

Diploma e Troféu de ágata para os três primeiros lugares e

Diploma de Destaque até o décimo colocado em Poesia, Conto e Crônica.

Concurso Estudante: Diploma para os três primeiros lugares.


Para divulgação dos textos classificados será editada uma coletânea cooperativada a ser lançada em maio de 2012 em Porto Alegre – RS.

Sessões de autógrafos na Feira do Livro de Porto Alegre – RS em novembro de 2012 e em diversas cidades através dos autores.

Instruções:


I – Sugerimos aos autores que registrem seus textos na Biblioteca Nacional.

II - Formatação do texto em A4; fonte 12, arial ou times.

III - Solicitamos criteriosa correção gramatical: ortografia, concordância e sintaxe.

IV – Estudantes – Somente poesia: Indique a série, o grau, a escola ou universidade (nome e endereço).

V – Não há necessidade de pseudônimo, os textos receberão números.

OBS-
I Vamos imprimir uma cópia para o Memorial da Cultura ALPAS 21 com os dados do autor e três cópias para os jurados sem identificação.

II - O Currículo e a foto irão para o Memorial da Cultura ALPAS 21 e Galeria de autores, posteriormente serão usados para a divulgação dos vencedores.

BANCO DE CAPITAL INTELECTUAL

Divulgue teu currículo, vídeos e/ou síntese de aulas, cursos e palestras para que diversas instituições conheçam teu trabalho

bandi-m@hotmail.com


Convite

A ALPAS 21 em 12 anos de existência lançou 15 coletâneas e mais de 100 livros de autores individuais.

Visite nosso blog e participe

Seja um seguidor

alpas21.blogspot.com

<!--[if !supportLineBreakNewLine]-->

<!--[endif]-->

Veja fotos de eventos ALPAS 21 http://alpasxxi.nafoto.net/

Em 2011, iniciamos uma nova etapa com o Banco de Capital Intelectual para a divulgação de diversas atividades literárias, educacionais, culturais, científicas, tecnológicas, palestras e cursos em diversos estados do Brasil.

Você pode participar de Feiras de Livros, Seminários e Congressos em diversos estados do Brasil e do exterior através dos nossos delegados culturais.

Um abraço,

Rozelia Scheifler Gaya Rasia

CENTRO DE LITERATURA DO FORTE DE COPACABANA

VISITA A ACADEMIA DE LETRAS DO BRASIL-MARIANA...

No dia 24 de setembro os acadêmicos do Instituto Brasileiro de Culturas Internacionaism(InBrasCI) visitaram a ALB-Mariana. Para tanto se incorporaram à comitiva da AMACLERJ (Academia Maçônica de Artes, Ciências e Letras do Estado do Rio de Janeiro) com destino à cidade de Mariana - MG.
Entre as várias homenagens prestadas pela ALB, destacamos a outorga da PLACA DE MÉRITO CULTURAL DA ALB-Mariana e respectivo Diploma para a Acad. - Marilza Albuquerque de Castro.
Bem como a Medalha de Mérito Cultural da ALB-Mariana ao Acad. Lybio Magalhães.



(indicados por seta em azul)


 

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Delasnieve Dáspet: a dama da paz do MS

No site da Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul: Delasnieve Dáspet: a dama da paz do MS

Delasnieve Dáspet: a dama da paz do MS

http://www.al.ms.gov.br/Default.aspx?tabid=480&ItemId=34236

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Por: Assessoria Foto: Wagner Guimarães


Se a vida de Delasnieve Miranda Dáspet de Souza fosse um livro, seria um livro de poesias. Advogada por profissão, ela também participa ativamente de vários movimentos não só de sua área de atuação como também do campo da cultura à qual se aproximou pela paixão que cultiva pela Literatura. Ela é também, antes de tudo, uma batalhadora pela paz no Mato Grosso do Sul. O currículo fala por ela.
Atualmente, Delasnieve é correspondente, no Brasil, do Movimento Cultural Oro de Los Tigres (Argentina), delegada para Mato Grosso do Sul da Casa do Poeta Latino Americano – CAPOLA. É, também, delegada para Mato Grosso do Sul da APPERJ – Associação dos Poetas e Escritores do Rio de Janeiro RJ e representante para Mato Grosso do Sul da ABRACE –Movimento Cultural de Montevidéu.

Delasnieve atua, ainda, como representante, em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, do Movimento Literário – CEN – Ponte Luso-Brasileiro para Lusófono e é a Embaixadora para o Brasil de " Poetas Del Mundo" de Santiago – Chile, ocupando, também, o cargo de Sub-Secretária para as Américas do Movimento Poetas del Mundo.

A sul-mato-grossense é, também, Embaixadora Universal da Paz (Suiça e Coréia) e representante para Mato Grosso do Sul do Proyeto Sur – Canadá- Montreal. É, ainda, Presidente da AME-Assistência ao Menor; Organizadora em Campo Grande do Sarau Lítero-Musical Fogo de Chão – no CTG Farroupilha e Membro da BPW (Business Professional Women) Internacional.

Delasnieve Miranda Dáspet de Souza atua como Membro da Academia de Artes de Cabo Frio – RJ e é Governadora para Mato Grosso do Sul do Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais – BR, além de ser Conselheira Estadual de Cultura de Mato Grosso do Sul e Conselheira Municipal de Assistência Social de Campo Grande – MS.

Delasnieve é também Palestrante da FLIPORTO ( todos os anos ) - Feira Literária Internacional de Porto de Galinhas – PE ( atualmente em Olinda-PE); Membro da Academia Pan-Americana de Letras e Artes - RJ; Membro da Academia de Letras Castro Alves s- RS; Membro Fundadora da Federação das Academias de Letras e Artes do Rio Grande do Sul – FALA-RS; Membro da Phaternon Literária – RS; Membro do Fórum Estadual de Cultura/MS; Membro da UBE/MS; Membro do World Poets Society ( W.P. S. ) e Representante em Mato Grosso do Sul da Union Hispanoamericana de Escritores – Peru.

Sobre Delasnieve

Delasnieve Daspet nasceu na cidade de Porto Murtinho, em Mato Grosso do Sul, aos 12 de setembro de 1950. Filha de Abrahan Daspet e Silvia Miranda Daspet, formou-se em direito pela Faculdades Unidas Católicas de Mato Grosso – hoje UCDB –Universidade Católica Dom Bosco. É casada, há 35 anos, com o escritor Nelson Vieira de Souza e tem dois filhos –Marcel e Werner. É advogada de formação, atuando sempre no direito civil. Humanista e Ativista das causas Sociais, Direitos Humanos, Culturais e da Paz, ela tem ministrado palestras sobre os referidos temas por todo o país.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

UBE-RJ - REUNIÃO DO MÊS DE SETEMBRO

UBE-RJ - REUNIÃO DO MÊS DE SETEMBRO 
(Comemoração dos 53 anos de Instituição)

Data: 21-09-2011
Local: Auditório do Instituto Cultural da Sociedade Nacional de Agricultura (Rua General Justo,171 - 2º andar - Centro, Rio de Janeiro)
           Horário: de 16 às 18h.


PROGRAMA



- Palavra do Presidente
- Leitura de ATA anterior e de Avisos e Convites
- Palestra: "Vida e Obra de Miguel Russowsky”
                 Palestrante: Dr. Pedro Franco


- Projeto: Livro Aberto:
                Escritor: Marilza de Castro
                Livro: "Gotas d’Alma" (poesia)


- Projeto: Hora das Letras e das Artes
                 Hora musical: Luiz Poeta
                 Composição: “Pra qualquer Lugar”
                 Hora Literária: (inscrição prévia dos artistas presentes)


- Concursos da UBR-RJ:


- Encerramento

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

SOLENIDADE NO MUSEU DA REPÚBLICA

No dia 06 de setembro pp, em alto estilo, a Delegada Diva Pavesi da Academique Arts Sciences Lettres (AASL) comemorou os 96 anos de existência daquela Instituição Cultural Francesa.

Além da apresentação do pianista Marcelo Moraes Caetano.



A Delegada Diva Pavesi outorgou medalhas da Academique, bem como oficializou o convite para ser agraciada, em maio de 2012, a Presidente do InBrasCI.

Diva Pavesi


O Acad. Elvandro Burity (2º Vice Presidente do InBrasCI) agraciado pela AASL  em 2009
foi o Mestre de Cerimônias da solenidade.


Entrega de condecorações da AASL




Entrega do documentação para a Acad.  Marilza Albuquerque de Castro (Presidente do InBrasCI) referente a comunicação de que será agraciada pela ASSL em 2012



Fotos obtidas pela objetiva da Acad.  Beatriz Dutra (agraciada em 2009 pela AASL).

ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE LIONS CLUBES

PRÊMIO BARBOSA LIMA SOBRINHO DE JORNALISMO A ELVANDRO BURITY

O jornal NOVIDADES - Setembro 2011 - Ano II - Edição 27 - com circulação no Méier e Grande Méier publicou matéria, na página 9, sobre o Prêmio Barbosa Lima Sobrinho de Jornalismo outorgado ao atual
2º Vice-Presidente do InBrasCI - Elvandro Burity.


CICLO DE CONFERÊNCIAS

ACADEMIA BRASILEIRA DE TROVA - ABT

No dia 06 de setembro de 2011, às dezesseis horas, teve início, no auditório da CONFALB - Confederação das Academias de Letras e Artes do Brasil, na Rua Teixeira de Freitas, nº 05, 3º andar, sala 303, Lapa (prédio do IHGB), mais uma reunião da ABT, ocupando então a Presidência da Mesa de Trabalhos do dia a acadêmica Marilza de Castro, Secretária Geral da Academia, em razão da Presidente Messody Benoliel ter tido necessidade de viajar a Minas Gerais para receber o troféu Drummond. O brilho da reunião coube à historiadora e pesquisadora Márcia Pereira com sua palestra HAGIOGRAFIA QUEIROZIANA – UMA LEITURA SOBRE A OBRA DE EÇA DE QUEIROZ”. O InBrasCI parabeniza a palestrante e agradece a conferência feita por Marcia.
      

JORNAL NOVIDADES...

O jornal NOVIDADES - Setembro 2011 - Ano II - Edição 27 - com circulação no Méier e Grande Méier publicou matéria, na página 9, sobre o Prêmio Barbosa Lima  Sobrinho de Jornalismo outorgado ao atual 2º Vice-Presidente do InBrasCI - Elvandro Burity.


                                                           (Para melhor visualizar, por favor, clique na figura).

CENTRO CULTURAL DE MARICÁ




BIBLIOTECA BARTIRA, do InBrasCI, instalada no Centro de Produção Cultural Mestre Raladinho, em Maricá
SARAU SEXTA POETANA - No Centro Cultural Mestre Raladinho



Todas as sextas-feiras. Venha participar, aqui no Centro de Produção
Cultural - Espaço Mestre Raladinho, a partir das 18hs.

Venha falar poesia, venha declamar, venha tocar, venha escutar... mas venha, participe!

Estamos esperando por você!!!!!!!!!!!!!


Endereço: Rua Domicio da Gama, 107 B - Fundos (em frente a praça)


               Entre a Farma Lagos e a Sorveteria (do Cunha)
Parceria : InBrasCI                

               





 Assoc. Intern. Poetas del Mundo

Ao fundo, Zélia Balbina - fundadora e Diretora do Centro Cultural, Vice Presidente da Assoc. Intern. Poetas del Mundo e Governadora InBrasCI no Estado do Rio de Janeiro. Delasnieve Daspet - Presidente da Assoc. Intern. Poetas del Mundo. Marilza de Castro - Presidente do InBrasCI e Diretora Nacional de Cultura da Assoc. Intern. Poetas del Mundo






1 - Zélia Balbina, Delasnieve Daspet, Marilza de Castro                             
                                                       
2 -Marilza de Castro, Lybio Magalhães, Diretor Financeiro do InBrasCI,  e Neli  Neto - Diretora do Dep.de webdesigner do InBrasCI  e  da Assoc.Intern.  dos  Poetas del Mundo                                                                                        

ACADEMIA LUSO-BRASILEIRA DE LETRAS...

Convite da Academia Luso-Brasileira de Letras,
dia 29 de setembro, quinta-feira, às 17 horas,
realizará na sede do PEN Clube do Brasil – Praia do Flamengo, 172 / 11º andar –  Flamengo – Rio de Janeiro, RJ,
posse da Escritora Sonia Salles.

<<<>>>

PÁGINA LITERÁRIA

Poema de Alberto Caeiro (Fernando Pessoa)




Num meio-dia de Primavera

Tive um sonho como uma fotografia.

Vi Jesus Cristo descer à terra.

Veio pela encosta de um monte

Tornado outra vez menino,

A correr e a rolar-se pela erva

E a arrancar flores para as deitar fora

E a rir de modo a ouvir-se longe.

Tinha fugido do céu.

Era nosso demais para fingir

De segunda pessoa da Trindade.

No céu tudo era falso, tudo em desacordo

Com flores e árvores e pedras.

No céu tinha que estar sempre sério

E de vez em quando de se tornar outra vez homem

subir para a cruz, e estar sempre a morrer

Com uma coroa toda à roda de espinhos

E os pés espetados por um prego com cabeça,

E até com um trapo à roda da cintura

Como os pretos nas ilustrações.

Nem sequer o deixavam ter pai e mãe

Como as outras crianças.

O seu pai era duas pessoas -

Um velho chamado José, que era carpinteiro,

E que não era pai dele;

E o outro pai era uma pomba estúpida,

A única pomba feia do mundo

Porque nem era do mundo nem era pomba.

E a sua mãe não tinha amado antes de o ter.

Não era mulher: era uma mala

Em que ele tinha vindo do céu.

E queriam que ele, que só nascera da mãe,

E que nunca tivera pai para amar com respeito,

Pregasse a bondade e a justiça!



Um dia que Deus estava a dormir

E o Espirito Santo andava a voar,

Ele foi à caixa dos milagres e roubou três.

Com o primeiro fez com que ninguém soubesse que ele tinha fugido.

Com o segundo criou-se eternamente humano e menino.

Com o terceiro criou um Cristo eternamente na cruz

E deixou-o pregado na cruz que há no céu

E serve de modelo às outras.

Depois fugiu para o sol

E desceu no primeiro raio que apanhou.

Hoje vive na minha aldeia comigo.

É uma criança bonita de riso e natural.

Limpa o nariz ao braço direito,

Chapinha nas poças de água,

Colhe as flores e gosta delas e esquece-as.

Atira pedras aos burros,

Rouba a fruta dos pomares

E foge a chorar e a gritar dos cães.

E, porque sabe que elas não gostam

E porque toda a gente acha graça,

Corre atrás das raparigas

Que vão em ranchos pelas estradas

Com as bilhas às cabeças

E levanta-lhes as saias.



A mim ensinou-me tudo.

Ensinou-me a olhar para as coisas.

Aponta-me todas as coisas que há nas flores.

Mostra-me como as pedras são engraçadas

Quando agente as tem na mão

E olha devagar para elas.

Diz-me muito mal de Deus.

Diz que ele é um velho estúpido e doente,

Sempre a escarrar para o chão

E a dizer indecências.

A Virgem Maria leva as tardes da eternidade a fazer meia.

E o Espirito Santo coça-se com o bico

E empoleira-se nas cadeiras e suja-as.

Tudo no céu é estúpido como a Igreja Católica.

Diz-me que Deus não percebe nada

Das coisas que criou -

"Se é que ele as criou, do que duvido." -

"Ele diz por exemplo, que os seres cantam a sua glória,

Mas os seres não cantam nada.

Se cantassem seriam cantores.

Os seres existem e mais nada,

E por isso se chamam seres."



E depois, cansado de dizer mal de Deus,

O Menino Jesus adormece nos meus braços

E eu levo-o ao colo para casa.

... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ...



Ele mora comigo na minha casa a meio do outeiro.

Ele é a Eterna Criança, o deus que faltava.

Ele é humano que é natural.

Ele é o divino que sorri e que brinca.

E por isso é que eu sei com toda a certeza

Que ele é o Menino Jesus verdadeiro.



E a criança tão humana que é divina

É a minha quotidiana vida de poeta,

E é por que ele anda sempre comigo que eu sou poeta sempre.

E que o meu mínimo olhar

Me enche de sensação,

E o mais pequeno som, seja do que for,

Parece falar comigo.



A Criança Nova que habita onde vivo

Dá-me uma mão a mim

E outra a tudo que existe

E assim vamos os três pelo caminho que houver,

Saltando e cantando e rindo

E gozando o nosso segredo comum

Que é saber por toda a parte

Que não há mistério no mundo

E que tudo vale a pena.



A Criança Eterna acompanha-me sempre.

A direcção do meu olhar é o seu dedo apontando.

O meu ouvido atento alegremente a todos os sons

São as cócegas que ele me faz, brincando, nas orelhas.



Damo-nos tão bem um com o outro

Na companhia de tudo

Que nunca pensamos um no outro,

Mas vivemos juntos e dois

Com um acordo íntimo

Como a mão direita e a esquerda.



Ao anoitecer brincamos as cinco pedrinhas

No degrau da porta de casa,

Graves como convém a um deus e a um poeta,

E como se cada pedra

Fosse todo o universo

E fosse por isso um grande perigo para ela

Deixá-la cair no chão.



Depois eu conto-lhe histórias das coisas só dos homens

E ele sorri porque tudo é incrível.

Ri dos reis e dos que não são reis,

E tem pena de ouvir falar das guerras,

E dos comércios, e dos navios

Que ficam fumo no ar dos altos mares.

Porque ele sabe que tudo isso falta àquela verdade

Que uma flor tem ao florescer

E que anda com a luz do Sol

A variar os montes e os vales

E a fazer doer aos olhos os muros caiados.



Depois ele adormece e eu deito-o.

Levo-o ao colo para dentro de casa

E deito-o, despindo lentamente

E como seguindo um ritual muito limpo

E todo materno até ele estar nu.



Ele dorme dentro da minha alma

E às vezes acorda de noite

E brinca com os meus sonhos.

Vira uns de pernas para o ar,

Põe uns em cima dos outros

E bate palmas sozinho

Sorrindo para o meu sono.

... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ...



Quando eu morrer, filhinho,

Seja eu a criança, o mais pequeno.

Pega-me tu ao colo

E leva-me para dentro da tua casa.

Despe o meu ser cansado e humano

E deita-me na tua cama.

E conta-me histórias, caso eu acorde,

Para eu tornar a adormecer.

E dá-me sonhos teus para eu brincar

Até que nasça qualquer dia

Que tu sabes qual é.

... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ...



Esta é a história do meu Menino Jesus.

Por que razão que se perceba

Não há-de ser ela mais verdadeira

Que tudo quanto os filósofos pensam

E tudo quanto as religiões ensinam ?

(Colaboração de Márcia Pereira)

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

ARTCLUB

GOVERNADORIA DO ACRE

                  CONVITE


Federação das Academias de Letras e Artes do Estado do Acre
Academia de Letras e Artes de Paranapuã – RJ
Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais
Academia de Jornalistas e de Letras do Estado do Acre
Academia dos Poetas Acreanos

Confirmado para o dia 16, sexta-feira, às 20 horas, no teatro Hélio Melo, a outorga de diplomas e medalhas à diretoria da Academia dos Poetas Acreanos.

Convidamos todos os descendentes de Adão e Eva. A entrada é franca e não tem fila e você tem o direito de espalhar esta idéia mais do que brilhante!

Serão homenageados ainda, a dramaturga e atriz Marília Bonfim; o poeta e cantor Aurélio Rabelo; o diretor de cinema, roteirista e ator Antônio Evangelista de Araújo; o acadêmico, ecologista e geógrafo Claudemir Carvalho de Mesquita; a atriz, poetisa e artesã Maria Deusa de Farias Leite, homenagem Post Mortem e o jornalista e poeta peruano César Augusto Acevedo Saldivar.

O Coffee Break é por conta do Café Contry, Miragina e Refrigerantes Quinari.

Saudações poéticas,

José Simplício da Costa e 
Mauro d’Ávila Modesto

Pres. Acad. Jorn. Let. e Artes do Acre e
Pres. Academia dos Poetas Acreanos

PÁGINA LITERÁRIA





A BELEZA DO SORRISO

Marcial Salaverry



Um sorriso, minha querida,

é sempre um sinal de vida...

Pode ser dado com sinceridade,

ou então com falsidade...

Pode ser um frio sorriso,

mostrando pouca alegria e muito siso...

Pode ser aquele que engana,

ou que enlouquece,

e que jamais se esquece...

Mas sempre, indica uma reação,

mesmo que não saia do coração...

Mostra o que se traz na alma...

Pode até disfarçar uma dor,

mas a este falta o calor...

O sorriso é importante...

Tendo vontade, sorria bastante...

Mostre a beleza de teu sorriso..


MEU SORRIR
         (Carvalho Branco)






De fato, sorrir é importante,


isso aprendi na Cultura:


para fazer a vida ir avante,


para da tristeza achar a cura,


era muito importante sorrir,


alegria com todos dividir,


passar imagem da felicidade pura...


Quantos encontrei tristonhos,


cabisbaisxos, cansados da vida...


Praticamente, perdidos os sonhos


e, no meu riso, pude lhes dar guarida...


A esperança vi renascer em suas frontes


e os meus sorrisos eram as suas fontes...


Já então, todos, ora risonhos,


levantaram comigo a bandeira,


longe de si os ares enfadonhos,


fazendo da vida séria brincadeira,


da Cultura pela Paz,


da palavra como arma,


da guerra nunca mais!


A solidão já não me alarma,


pois, em meio à multidão,


tornei feliz meu coração,


cumpri meu Karma!...


                 - Carvalho Branco